Da série versões musicais fulminantes

by

Quando George Martin ficou encarregado de produzir a canção tema do filme ‘Live and Let Die’, o oitavo da série do agente James Bond, era bem provável que o resultado seria acima da média. Era início dos anos 70 e Sir James Paul McCartney, que havia montado a banda Wings com a mulher Linda depois do fim dos Beatles, era uma ótima opção para o trabalho. E assim foi.

Mas George Martin, Paul e toda a geração dos anos 70 não podiam imaginar que cerca de 20 anos depois o Guns N’ Roses pudesse fazer uma versão tão boa da canção, fulminando o coração de jovens de bandana. O resultado é que muita gente nem lembra de Paul e seu piano quando vê Axel, Slash e o restante da corja enlouquecidos no palco.

Até pensei que a música fosse tão sensacional a ponto de jamais ser mau executada, mas ela estava lá para provar o contrário.

Ainda em tempo: a idade vai chegando e a vidinha pregressa atinge a concentração até dos melhores. Percebam como se estraga com classe o grande momento da música ‘Live and Let Die’ (aos 40 segundos de vídeo). De qualquer forma, acho que ninguém no Quebec ficou decepcionado.

Uma resposta to “Da série versões musicais fulminantes”

  1. Da série versões musicais fulminantes « Moderninho Says:

    […] série versões musicais fulminantes Já que o Schröder deu o pitaco dele, também darei o […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: